Assembleias deliberam sobre projeto de TIDE e Data-base

 em Boletins

As assembleias realizadas hoje (28/6) na UEL e na Unespar-Apucarana, discutiram o Projeto que altera a regulamentação do TIDE e a proposta de Data-base em tramitação na ALEP, deliberando por:

  1. Os docentes, reunidos em assembleia, nesta data, discutiram o projeto de lei 362/18, entendem que o Projeto tem como mérito essencial a reafirmação da Dedicação Exclusiva como um Regime de Trabalho, o que resguarda a carreira docente e auxilia na proteção das universidades estaduais paranaenses. Entendem que o “pedágio” de 10 anos para a incorporação integral desse regime é aceitável e que a extensão para 15 anos, contida no texto enviado, exige a formulação de uma regra de transição que permita à comunidade universitária a adaptação à regra proposta.
  2. Quanto à data-base e à proposta da governadora de reajustar os salários do funcionalismo em 1,0%, os docentes reafirmam que as nossas perdas acumuladas são de 11,53% e que este percentual é dívida do governo com os servidores. Os professores declaram também que é inadmissível reduzir a reposição dos servidores dos outros poderes.
Postagens Recentes

Deixe um Comentário

Comece a digitar e pressione Enter para pesquisar