O FINAL DO ANO E OS “PRESENTES” DO GOVERNADOR

 em Boletins

Nos últimos anos os governos têm utilizado o final do ano, de natural desmobilização da sociedade, para aprovar as medidas mais impopulares. Agora, no final de 2017, a Câmara Municipal de Londrina aproveitou o período para acabar com o passe livre, prejudicando milhares de estudantes, e o governador do Estado reduziu o salário dos professores PSS, os que menos ganham.

Mesmo assim, o governador, envolvido em inúmeros escândalos, tenta emplacar a imagem de gestor responsável liberando o salário do funcionalismo com alguns dias de antecedência – medida que tem mais a ver com a necessidade de afagar as associações comerciais.

OS ATAQUES ÁS UNIVERSIDADES

Neste contexto de final de ano, as universidades estaduais também estão sob forte ataque do governo. O objetivo é submetê-las ao sistema centralizado de gestão de pessoal acabando com sua já limitada autonomia. Para isso o governo vem se utilizando de todas as estratégias políticas (pressão, chantagem, ameaças), administrativas (bloqueio de recursos, o novo SIAF, orçamento reduzido) e jurídicas, em franco desrespeito às constituições federal e estadual.

Para pressionar ainda mais, reenviou para as universidades processos de docentes que solicitaram aposentadoria, já recalculados pela ParanáPrevidência, com valores a menor, considerando o TIDE como gratificação conforme decisão do TCE.

Em reunião com a reitoria nesta sexta-feira (22) os diretores do sindicato ouviram da Profa. Berenice Jordão um compromisso de resistir aos ataques para entrada no sistema Meta 4 nos limites da legislação, o que coloca a questão nas mãos do Poder Judiciário.

Já no que diz respeito ao TIDE, o Sindiprol/Aduel informa que entrou com mandado de segurança no TJ-PR contra a decisão do TCE e, assim como os demais sindicatos de docentes, aguarda o julgamento. Informa ainda que foi realizada reunião com a assessoria jurídica e alguns dos seis docentes da UEL que tiveram seus processos recalculados, para orientações. Solicitamos àqueles que não foram localizados que entrem em contato com a diretoria.

DELIBERAÇÕES DO IV CONGRESSO DO SINDIPROL/ADUEL

Nos dias 08 e 09 de dezembro, realizou-se o IV congresso do Sindiprol/Aduel, cujo tema foi a “Organização Sindical”. Os mais de 30 delegados eleitos que acompanharam os trabalhos tiveram a oportunidade de discutir os rumos da organização dos docentes das universidades paranaenses no contexto da tentativa de desmonte das universidades públicas em todo o país.

Dentre as várias deliberações dos delegados, todas aprovadas por unanimidade dos presentes, estão: a defesa da unificação da categoria como princípio organizativo e a busca pela unidade de luta com outras organizações de trabalhadores, a discussão sobre a construção da unidade estadual dos docentes, e a vinculação do nosso sindicato ao Andes-SN, sendo que este processo de discussão e deliberação final se dará por toda a categoria ao longo do próximo ano.

Também foram aprovadas moções contra a Reforma Trabalhista, contra a proposta de reforma da previdência, e contra as ações midiáticas da polícia nas universidades públicas (UFSC, UFMG) com o objetivo de desmoralização das instituições.

Postagens Recentes

Deixe um Comentário

Comece a digitar e pressione Enter para pesquisar