Professores da UEL exigem a suspensão do projeto de alteração da carga horaria docente

 em Boletins

O Sindiprol|Aduel protocolou hoje, 16 de maio, oficio informando à reitoria as deliberações da última assembleia docente. Esta assembleia debateu o projeto da administração que altera unilateralmente o cômputo da carga horária docente, afrontando as normas vigentes. Os professores deliberaram por unanimidade exigir:

  • suspensão imediata do projeto em desenvolvimento;
  • retirada do ar do módulo “Atividade Docente” do Portal Docente
  • participação do Sindicato em quaisquer discussões que envolvam carga horária docente e condições de trabalho.

Nas suas intervenções, os professores denunciaram que esta medida é um ataque às condições do trabalho docente, já está muito deteriorada, devido às restrições que o governo impõe para substituição dos docentes aposentados, sobrecarregando a jornada de trabalho que os professores realizam em virtude da maioria trabalharem no regime de TIDE, sem exigir o pagamento de horas extras.

Por isso, foi criticado que o sistema ignora algumas atividades realizadas, reduz a carga horária de outras e não reflete a dinâmica da atividade docente. Na prática, o instrumento propõe uma nova forma de contagem da carga horária docente que contraria os dispositivos internos que estabelecem tais parâmetros (portarias, resoluções).

Por último, o sindicato alerta à administração que, “a exposição pública de informações que não condizem com a realidade é passível de questionamentos legais”.

Postagens Recentes

Deixe um Comentário

Comece a digitar e pressione Enter para pesquisar