TIDE e Contratações: os ataques do governo não param

 na categoria Boletins

Diante dos mais recentes ataques do governo às universidades públicas paranaenses, tanto por meio do parecer da PGE – Procuradoria Geral do Estado ao considerar o nosso REGIME DE TRABALHO como gratificação, em vista do pedido do TCE – Tribunal de Contas do Estado, como pela drástica restrição de contratações de professores para todas as IEES, colocando em risco o início do ano letivo de 2017, o SINDIPROL/ADUEL solicitou uma audiência com a reitora, Profa. Berenice Jordão, na tarde de segunda-feira, 27/03, para tratar destas questões.

Em relação às contratações, os diretores do Sindicato tomaram conhecimento da absurda metodologia adotada pelo governo para reduzir o número de professores que ignora completamente as atividades desenvolvidas pelos docentes referentes à pesquisa e à extensão. Porém, até o momento daquela reunião, fomos informados de que a Administração não havia sido notificada pela Comissão de Política Salarial do governo, mas já sabia dos cortes ocorridos em diversas IEES paranaenses.

Sobre o parecer da PGE, os diretores do Sindicato obtiveram da reitoria o compromisso na defesa do TIDE como REGIME DE TRABALHO junto aos conselheiros do TCE. Embora aquele parecer seja pernicioso aos docentes, pois, uma vez aprovado, implicará em perdas salariais, há um entendimento da reitoria de que o quadro pode ser revertido. Da parte do SINDIPROL/ADUEL, continuarão sendo envidados todos os esforços na defesa do TIDE como REGIME DE TRABALHO.

Os ataques do governo ferem frontalmente a Autonomia da Universidade, porém sabemos que eles não se resumem às contratações e ao TIDE. Em vista disso, a resposta da comunidade universitária (docentes, estudantes e técnicos) passa pela consolidação do Comitê em Defesa do Ensino Superior Público do Paraná. Depois de ter se reunido em 17 de março, com o objetivo de se reorganizar, ele voltará a se encontrar no próximo dia 31 de março para tratar destas agressões, bem como indicar possíveis ações conjuntas no sentido de se contrapor aos desmandos do governo.

 

 

Postagens Recentes

Deixar um comentário

Digite o que procura e aperte a tecla Enter para pesquisar