Docentes da UEL aprovam greve a partir de segunda (30), quando será realizada nova assembleia logo pela manhã

Em assembleia realizada na manhã desta quarta-feira (25/10), no Anfiteatro do PDE, as e os docentes da UEL deliberaram, por unanimidade, pela retomada da greve da categoria a partir de segunda (30/10).

A decisão foi tomada após feitos os informes (veja abaixo sobre o almoço e a camiseta que estamos lançando), momento no qual foi relatada a reunião de ontem (terça, 24) entre governo, reitorias e Seti, na qual não foi apresentada a contraproposta e, ainda, as administrações foram cobradas da apresentação de cálculos a respeito do financiamento do plano de carreira docente e possíveis “mitigações”, ou seja, mais cortes (nos salários? nos já rebaixados orçamentos? na proposta de PCCS que apresentaram?).

Confira a nota do Comando Estadual de Greve:

Como não é papel dos sindicatos ser governo ou administrar o estado, a resposta da categoria docente da UEL foi a deliberação unânime pela greve a partir de segunda, quando será realizada, logo pela manhã, uma nova assembleia, para avaliar algum possível andamento do PCCS, organizar a greve e as atividades a serem realizadas nos próximos dias, inclusive na “Semana Estadual de Ciência, Tecnologia e Ensino Superior”, marcada para os dias 6 a 10/11, aqui na UEL. A convocação completa da assembleia será feita posteriormente.

Almoço do Sindiprol/Aduel – Dia da Professora e do Professor

Na assembleia, também foi informado que o Almoço do Dia da Professora e do Professor, que seria realizado neste sábado (28/10), devido às previsões de forte chuva, foi transferido para o dia 18/11.

Os convites seguem disponíveis para compra/reserva com as diretoras e os diretores do Sindiprol/Aduel ou no Centro de Vivência, que fica no campus da UEL próximo ao Sebec. As reservas também podem ser feitas pelo telefone (43) 3328-4549.

Camiseta do Sindiprol/Aduel – filiada/filiado, para você ela não tem custo!

Neste ano de 2023, nós, docentes das universidades estaduais do Paraná, demonstramos nossa força e disposição para lutar em defesa de nossos direitos: fizemos a primeira greve de uma categoria do funcionalismo público estadual após a pandemia de Covid-19. Para parte de nossa base, essa pode, inclusive, ter sido a primeira experiência de engajamento na luta sindical. Esse momento não pode ser esquecido!

Como a luta pela valorização do trabalho docente ainda não terminou, o Sindiprol/Aduel está lançando uma camiseta como forma de marcar a retomada das lutas em defesa dos direitos e da universidade pública e gratuita. Precisamos nos organizar e defender aquilo que somos e construímos diariamente com nosso trabalho! Plano de carreira docente, já!

Se você é filiada/filiado, sua camiseta não terá custo algum! Você é fundamental para a existência do Sindiprol/Aduel! Por isso, basta preencher o formulário abaixo com seus dados e o tamanho dela (veja a tabela de medidas).

Se você não é filiado, na retirada da camiseta serão cobrados R$ 32, que poderão ser pagos no dinheiro ou no Pix.

Se você ainda não é, mas quer se filiar: marque a opção no formulário abaixo para que entremos em contato ou escreva para o e-mail sindicato@sindiproladuel.org.br.

Todas as camisetas serão de malha 100% algodão, com previsão de entrega para o final de novembro/começo de dezembro de 2023. Não garantimos a posterior disponibilidade de camisetas para compra no Centro de Vivência, por isso, preencha o formulário e garanta a sua. Os pedidos estarão abertos até dia 5/11/2023!

Preencha aqui o formulário

Se preferir, escaneie o QR Code abaixo:

Calendário de atividades da greve docente da UEL

Calendário das atividades de outubro de 2023

——————————————-

Calendário das atividades da greve – 8/05 a 12/05

Nota do Comando Sindical Docente sobre a organização da greve docente nas IEES – 12/05/23

Nota da diretoria e do Comando de Greve sobre a suspensão do calendário da UEL – 10/05/23

Nota de esclarecimento do Sindiprol/Aduel sobre a proposta de alteração nas carreiras – 10/05/23

Nota informativa do Sindiprol/Aduel sobre o direito à greve – 9/05/23

Formulário para denúncia de assédio contra docentes com contrato temporário – 9/05/23

Segunda-feira (8/05)

Caminhada no campus da UEL: como está a adesão à greve?

– 8h (concentração e saída no CV)

Assembleia organizativa das e dos docentes da UEL

– 9h30 – Anfiteatro Maior do CLCH (confira como foi)

Reunião do Comando de Mobilização

– Após a assembleia organizativa

Reunião das e dos docentes com contrato temporário 

– Após a assembleia organizativa

Reunião da Comissão de Comunicação

– Após a assembleia organizativa

Reunião do Comando de Greve

– 14h – Centro de Vivência

Terça-feira (9/05)

Reunião da Comissão de Ética

– 10h – Centro de Vivência (CV)

Reunião nos Centros de Estudos:

– 10h – CCS – Sala 518

– 10h – CCB – Sala 202

– 14h – CLCH – Sala 102

– 15h – CCE – Sala 5 Multimeios (Departamento de Matemática)

– 15h – CTU – Sala de Teleconferência

– 16h – CCA – Anfiteatro do Prédio da Pós-Graduação

Quarta-feira (10/05)

Reunião nos Centros de Estudos:

– 9h – Cesa – Sala 433

– 10h – Ceca – Sala 683

– 10h – Cefe – Sala da Pós-Graduação

Reunião do Comando de Greve

– 14h – Centro de Vivência

Assembleia docente da Uenp para deflagração da greve – veja o resultado aqui

19h – campus Jacarezinho (veja a convocação completa)

Quinta-feira (11/05)

Assembleia docente da UEL – veja o resultado aqui

– 13h30 – Anfiteatro Cyro Grossi (Pinicão)

Sexta-feira (12/05)

Reunião do Comando Sindical Docente (CSD)

– 9h – virtual

Reunião do Comando de Greve

– 14h – Centro de Vivência

Encontrão da Greve

– 19h – espaço de confraternização do Sindiprol/Aduel (Praça La Salle, 83 – Jardim Canadá, Londrina – ao lado da Unifil)

——————————————-

Calendário das atividades da greve – 15/05 a 19/05

Nota do Comando Sindical Docente sobre as lutas sindicais nas universidades – 19/05/23

Nota do Comando Sindical Docente sobre as conversas com deputados e com a Seti – 17/05/23

Segunda-feira (15/05)

Panfletagem nos centros de estudos e órgãos da UEL

– Manhã, tarde e noite

Plantão do Comando de Greve

– 9h30 às 11h30 – Centro de Vivência

Reunião da Comissão de Ética

– 10h – Centro de Vivência

Reunião das Comissões

– 14h – Centro de Vivência

Reunião com Marcelo Belinati, prefeito de Londrina

16h30 – Gabinete do prefeito

Terça-feira (16/05)

Panfletagem nos centros de estudos e órgãos da UEL

– Manhã, tarde e noite

Plantão do Comando de Greve

– 9h30 às 11h30 – Centro de Vivência

Reunião da Comissão de Ética

– 10h – Centro de Vivência

Reunião das Comissões

– 14h – Centro de Vivência

Reunião dos Comandos de Greve da UEL e da Uenp

– 17h

Reunião com docentes da Uenp 

– 19h – Cornélio Procópio

Quarta-feira (17/05)

Panfletagem nos centros de estudos e órgãos da UEL

– Manhã, tarde e noite

Reunião extraordinária da Câmara de Pós-graduação

– 9h – Sala dos Conselhos da UEL

Plantão do Comando de Greve

– 9h30 às 11h30 – Centro de Vivência

Reunião da Comissão de Ética

– 10h – Centro de Vivência

Reunião com Hussein Bakri (líder do governo)

– 11h – Assembleia Legislativa do Paraná (Alep)

Reunião extraordinária da Câmara de Graduação

– 14h – Sala dos Conselhos da UEL

Reunião das Comissões

– 14h – Centro de Vivência

Reunião do Comando de Greve Estadual com Aldo Bona (Seti)

– 15h30 – Seti

Quinta-feira (18/05)

Reunião extraordinária da Câmara de Pesquisa

– 9h – Sala 4 do Labesc

Reunião extraordinária da Câmara de Extensão

– 9h – Sala dos Conselhos da UEL

Plantão do Comando de Greve

– 9h30 às 11h30 – Centro de Vivência

Assembleia docente da UEL

– 14h – Anfiteatro Cyro Grossi (Pinicão) – CCB

Sexta-feira (19/05)

Reunião extraordinária do Cepe

– 14h – Sala dos Conselhos da UEL

——————————————–

Calendário das atividades da greve – 22/05 a 26/05

Nota do Comando Estadual de Greve sobre o andamento do plano de carreira – 25/05/23

Nota: “Por que repudiamos a suspensão parcial do calendário acadêmico em assembleia?” – 24/05/23

Nota do Comando Estadual de Greve: Governo se nega a dialogar com sindicatos docentes – 24/05/23

Segunda-feira (22/05)

Ida de membros dos Comandos de Greve à Alep 

Assembleia Legislativa do Paraná (Alep) 

Plantão do Comando de Greve (aberto para toda a base) 

– 9h30 às 11h30 – Centro de Vivência 

Reunião da Comissão de Ética 

Centro de Vivência

Terça-feira (23/05)

Ida de membros dos Comandos de Greve à Alep 

Assembleia Legislativa do Paraná (Alep)

Assembleia extraordinária da greve docente da UEL – veja a convocação completa

– 9h30 – Anfiteatro Maior do CLCH

Reunião com o reitor da Uenp 

– 10h – Jacarezinho 

Reunião dos Comandos de Greve da UEL e da Uenp 

– 15h – Cornélio Procópio 

Assembleia docente da Uenpveja a convocação completa

– 19h – Bandeirantes, Cornélio Procópio e Jacarezinho (simultaneamente) 

Quarta-feira (24/05)

Plantão do Comando de Greve (aberto para toda a base) 

– 9h30 às 11h30 – Centro de Vivência 

Reunião da Comissão de Ética 

– 14h – Centro de Vivência

Quinta-feira (25/05)

Reunião da diretoria 

– 8h – Centro de Vivência

Plantão do Comando de Greve 

– 10h – Centro de Vivência 

Assembleia docente da UELveja a convocação completa aqui

– 13h30 – Anfiteatro Cyro Grossi (Pinicão) – CCB 

Sexta-feira (26/05)

Reunião da Comissão de Mobilização e Comunicação 

9h – Centro de Vivência

Reunião da Comissão de Ética 

Centro de Vivência

——————————————–

Calendário das atividades da greve – 29/05 a 2/06

Nota – Comando Estadual de Greve vai se reunir com reitores para avaliar posição do governo – 1/06/23

Nota do Comando Estadual de Greve sobre o andamento do plano de carreira – 25/05/23

Nota: “Por que repudiamos a suspensão parcial do calendário acadêmico em assembleia?” – 24/05/23

Nota do Comando Estadual de Greve: Governo se nega a dialogar com sindicatos docentes – 24/05/23

Segunda-feira (29/05)

Reunião do Comando de Greve

– 9h30 às 11h30 – Centro de Vivência 

Reunião da Comissão de Ética 

– 14h – Centro de Vivência

Saída para atividade em Curitiba

– 23h59 – Centro de Vivência

Terça-feira (30/05)

Reunião dos Comandos locais de greve

– 8h30 – Telab – Unespar (Curitiba)

Reunião do Comando de Greve

– 9h30 – Centro de Vivência

Ato em frente à Alep

– 13h30 – Assembleia Legislativa do Paraná (Curitiba)

Manifestação nas galerias da Alep

– 14h30 – Assembleia Legislativa do Paraná (Curitiba)

Quarta-feira (31/05)

Reuniões nos centros de estudos*

– 9h – CLCH – Sala de Eventos

– 9h –  Ceca – Sala de Eventos (683)

– 10h – CCB – Sala Sepe

– 14h – Cesa – Sala 443

– 14h – CCE – Sala 5 (depto. de Matemática)

*Os outros centros terão reuniões na semana seguinte

Assembleia docente da Uenp – veja a convocação completa

– 19h – Bandeirantes, Cornélio Procópio e Jacarezinho (simultaneamente)

Quinta-feira (1/06)

Assembleia docente da UEL – ADIADA

A assembleia docente da UEL de amanhã (quinta, 1/06) foi adiada! Devido a reuniões importantes que serão realizadas no dia e na sexta-feira (2), o Comando de Greve e a diretoria do Sindiprol/Aduel decidiram pelo adiamento da assembleia que estava prevista para a data.

Em breve, anunciaremos e convocaremos a próxima assembleia docente da UEL.

Sexta-feira (2/06)

Reunião da diretoria e do Comando de Greve com a reitora da UEL

– 8h – Reitoria da UEL

Reunião do Comando Estadual de Greve

– 9h30 – Virtual

Reunião do Comando Estadual de Greve com a Apiesp

– 13h30 – Virtual

Reunião do Comando de Greve da UEL (aberta para a base)

– 16h – Centro de Vivência

——————————————

Calendário das atividades da greve – 5/06 a 9/06

Nota do Comando Estadual de Greve – Respeito às decisões das bases e continuidade na luta pela recomposição salarial – 9/06/23

Nota do Comando de Greve da UEL – 5/06/23

Segunda-feira (5/06)

Reunião do Comando de Greve

– 9h30 – Centro de Vivência 

Informe unificado do Comando Estadual de Greve

– 14h – YouTube (link aqui)

Terça-feira (6/06)

Audiência pública sobre a data-base – pedido do FES

– 9h – Plenarinho da Alep (link para acompanhar ao vivo)

Reunião com o líder do governo na Alep, Hussein Bakri

– 17h – Gabinete na Alep

Reunião do Comando Estadual de Greve

– 19h – Sede da Regional Sul do Andes-SN

Quarta-feira (7/06)

Reunião do Comando de Greve

– 9h30 – Centro de Vivência 

Assembleia docente da UEL – veja a convocação completa

– 13h30 – Anfiteatro Cyro Grossi (Pinicão) – CCB

Assembleia docente da Uenp – veja a convocação completa

– 15h – Bandeirantes, Cornélio Procópio e Jacarezinho (simultaneamente)

——————————————–

Calendário das atividades da greve – 12/06 a 16/06

Nota do Comando Estadual de Greve – Greve suspensa. Que o governo cumpra aquilo que se comprometeu! – 16/06/23

Segunda-feira (12/06)

Reunião da diretoria

– 8h – Centro de Vivência 

Reunião do Comando de Greve

– 10h – Centro de Vivência 

Reunião nos Centros de Estudos da UEL

– 14h – CTU – Sala de Teleconferência

– 14h – Cefe – Sala da Pós-Graduação

– 14h – CCA – Anfiteatro do Prédio da Pós-Graduação

Reunião dos Comandos de Greve da UEL, da Uenp e da Unespar

– 17h – Virtual

Terça-feira (13/06)

Após reunião dos comandos de greve da UEL, Uenp e Unespar, realizada ontem (segunda, 12), acertou-se que as três universidades em greve farão assembleias docentes na quinta-feira (15), de modo a sincronizar as decisões das bases, uma vez que são as únicas paralisadas no momento.

Desse modo, as assembleias da UEL e da Uenp, anteriormente marcadas para amanhã (quarta, 14), estão automaticamente transferidas para quinta. A da UEL será às 14h e a da Uenp, às 15h. Em breve, faremos a convocação oficial.

Reunião nos Centros de Estudos da UEL

– 9h – Ceca – Sala 683

– 9h – CCS – Sala 518

– 9h – CCB – Sala 202

– 14h – CLCH – Sala 102

– 14h – Cesa – Sala 433

– 14h – CCE – Sala 1 (depto. de Matemática)

Reunião da diretoria

– 19h – Centro de Vivência

Quarta-feira (14/06)

Reunião do Comando de Greve da UEL

– 9h – Centro de Vivência 

Quinta-feira (15/06)

Reunião dos Comandos de Greve da UEL, da Uenp e da Unespar

– 9h – Virtual

Reunião da diretoria e do Comando de Greve da UEL

– 11h – Centro de Vivência

Assembleia docente da UEL – veja a convocação completa

– 13h30 – Anfiteatro Cyro Grossi (Pinicão)

Assembleia docente da Uenp – veja a convocação completa

– 14h30 – Bandeirantes, Cornélio Procópio e Jacarezinho (simultaneamente)

——————————————–

Greve suspensa, mas a luta continua!
Atividades da semana – 19/06 a 23/06

Nota do Comando Estadual de Greve – Greve suspensa. Que o governo cumpra aquilo que se comprometeu! – 16/06/23

Informe do Comando Estadual de Greve sobre a agenda de quarta-feira (21) em Curitiba – 21/06/23

Nota do Comando Estadual de Greve – Seti confirma que governo vai apresentar contraproposta para carreira docente; conteúdo do plano, no entanto, ainda segue indefinido – 23/06/23

Carta aberta do Comando de Greve da UEL às e aos estudantes – 23/06/23

Carta aberta do Comando de Greve da Uenp às e aos estudantes – 23/06/23

Segunda-feira (19/06)

Reunião da diretoria do Sindiprol/Aduel

– 9h – Centro de Vivência 

Terça-feira (20/06)

Agenda do Comando Estadual de Greve com deputados

– Alep

Quarta-feira (21/06)

Reunião do Comando Estadual de Greve com a Apiesp

– 14h – Seti

Quinta-feira (22/06)

Reunião do Comando Estadual de Greve com Aldo Bona

– 9h – Seti

Sexta-feira (23/06)

Reunião de planejamento da diretoria do Sindiprol/Aduel

– 9h – Centro de Vivência

——————————————-

Atividades entre 27/06 e 27/07

Nota do Comando Estadual de Greve sobre os projetos de lei enviados à Alep – 27/06/23

Comando Estadual de Greve estará em Curitiba pela data-base e pelo plano de carreira – 30/06/23

Comando Estadual de Greve segue pressionando pela aprovação do plano de carreira docente – 4/07/23

Nota do Comando Estadual de Greve sobre a reunião com a Casa Civil – 12/07/23

Ofício do Comando Estadual de Greve solicitando reunião com a Apiesp – 13/07/23

Assembleia docente da Uenp para deliberar sobre a suspensão da greve – 13/07/23 – confira o resultado aqui

Nota sobre a reunião do Comando Estadual de Greve com a Apiesp – 17/07/23

Não há avanço na ciência sem valorização de professores e pesquisadores – 23/07/23

Live: Informe Unificado do Comando Estadual de Greve – 27/07/23

——————————————-

Calendário das atividades de agosto de 2023

Informe às e aos docentes da UEL sobre o adiamento da assembleia do dia 4/09 – 31/08/23

Nota do Comando Estadual de Greve: Ratinho Jr. autoriza a apresentação da contraproposta do plano de carreira docente – 30/08/23

Nota sobre as atividades do Comando Estadual de Greve em Curitiba, em 22/08/23, dia de paralisação das IEES-PR – 23/08/23

Assembleia docente da UEL para avaliar o retorno à greve – 22/08/23 – confira o resultado aqui

Assembleia docente da Uenp para deliberar sobre a paralisação no dia 22 de agosto – 16/08/23 – confira o resultado aqui

Assembleia docente da UEL para deliberar sobre a paralisação no dia 22 de agosto – 16/08/23 – confira o resultado aqui

Governador Ratinho Jr., honre o compromisso assumido com a categoria docente das universidades estaduais do Paraná: aprovação imediata do plano de carreira docente – 3/08/23

—————————————-

Calendário das atividades de setembro de 2023

Nota do Comando Estadual de Greve: Afinal, quem está blefando? Quem dá as cartas no governo? Docentes não suportam mais o descaso e a indefinição do governo sobre o plano de carreira – 26/09/23

(Atualizado no dia 3 de outubro.)

Chapa 1 é eleita para liderar o Andes-SN no biênio 2023-2025

A Comissão Eleitoral Central (CEC) promulgou, nesta terça-feira (16/05), o resultado oficial das eleições para a direção do Andes-Sindicato Nacional.

Com 7.058 votos, a “Chapa 1 – Andes pela Base: ousadia para sonhar, coragem para lutar” irá liderar o Sindicato no biênio 2023-2025.

* Percentual calculado em relação ao número de eleitoras e eleitores. ** Percentuais calculados em relação ao número de votantes. *** Mediante errata encaminhada pela ADUFU, no prazo regimental e comprovada com a documentação encaminhada, foi corrigido o resultado da Apuração.

————————

Nas eleições que serão realizadas nos dias 10 e 11 de maio, três chapas disputam a direção do Andes-Sindicato Nacional para o biênio 2023-2025: “Chapa 1 – Andes pela Base: ousadia para sonhar, coragem para lutar”; “Chapa 2 – Andes Classista e de Luta”; e “Chapa 3 – Renova Andes”. Esta é apenas a segunda vez na qual três chapas concorrem no pleito, o qual foi aberto durante o 41º Congresso do Sindicato Nacional. A primeira – e até então única –  foi em 1996.  

Dias, horários e locais para votação (apenas para filiadas e filiados ao Sindiprol/Aduel)

Quarta e quinta-feira (10 e 11/05) – docentes da UEL e aposentadas e aposentados da universidade:

– Centro de Vivência: 9h – 12h e 13h – 17h30

Quarta-feira (10/05) – docentes da Uenp e aposentadas e aposentados da universidade*:

– Hall do auditório PDE – campus Jacarezinho: 19h – 21h (durante a assembleia docente)

*Docentes que não conseguirem votar durante a assembleia também poderão votar no Centro de Vivência, que fica no campus da UEL, nos mesmos dias e horários anteriormente mencionados.

Materias de campanha

Veja o Informandes de abril de 2023, que tem como tema principal as eleições para a direção do Andes-SN.

Acesse as pastas com todos os materiais de campanha enviados pelas chapas até o dia 8 de maio:

Chapa 1

Chapa 2

Chapa 3

Debate na UEL

Para conhecer as chapas e as propostas para a direção do Sindicato Nacional, no dia 26 de abril (quarta-feira), foi realizado um debate entre elas no Centro de Vivência do Sindiprol/Aduel. Confira fotos do debate no Instagram.

Acesse todos os materiais e as circulares do Andes-SN sobre as eleições

(Atualizado no dia 17 de maio de 2023 para incluir o resultado as eleições.) 

Informe sobre a assembleia docente da UEL de 18/04/23

Em assembleia realizada na tarde desta terça-feira (18/04), no Anfiteatro Maior do CLCH, as e os docentes da UEL aprovaram, por unanimidade, três encaminhamentos para a sequência da luta:

  1. Reafirmar a centralidade da luta pela recomposição das perdas salariais de 42%;
  2. Aguardar a proposição oficial do projeto de lei que altera a carreira docente;
  3. Indicar para o Comando Sindical Docente (CSD) a preocupação com a possível desigualdade entre o piso dos agentes universitários de ensino superior e os docentes das universidades públicas do Paraná.

Uma próxima assembleia será convocada em breve para deliberar sobre o indicativo de greve, cuja aprovação foi realizada na assembleia da UEL do dia 11 deste mês.

Data-base já!
Reposição salarial integral já!

Baixe a apresentação feita na assembleia da UEL sobre a proposta de alteração na carreira docente

Pela reposição salarial, docentes da UEL e da Uenp aprovam indicativo de greve para a primeira semana de maio

Em assembleia realizada no dia 11 de abril, segundo dia de paralisação docente das universidades estaduais do Paraná, as e os docentes da UEL aprovaram, com uma única abstenção e nenhum voto contrário, o indicativo de greve para a primeira semana de maio. O primeiro dia de paralisação foi em 15 de março e, dessa segunda vez, todas as categorias docentes cruzaram os braços (UEL, UEM, Unioeste, UEPG, Unicentro, Unespar e Uenp). Confira mais informaçoes sobre a assembleia abaixo.

No caso da Uenp, em assembleia virtual realizada no dia 20 de abril, as e os docentes também aprovaram, por unanimidade, o indicativo de greve para a primeira semana de maio. Assim, a categoria se soma aos docentes de UEL, Unioeste, Unicentro e Unespar, que já aprovaram o indicativo. Na UEM, a assembleia para deliberar sobre ele será na segunda-feira (24).

—————————

Assembleia docente da Uenp de 20/04/23

Em assembleia virtual realizada no dia 20 de abril, as e os docentes da Uenp aprovaram, por unanimidade, o indicativo de greve para a primeira semana de maio. Assim, a categoria se soma aos docentes de UEL, Unioeste, Unicentro e Unespar, que já aprovaram o mesmo indicativo. No caso da UEM, a assembleia para deliberar sobre ele será na segunda-feira (24).

Além do indicativo de greve pela reposição dos 42% de defasagem salarial acumulada nos últimos sete anos, docentes da Uenp apoiam a tramitação e aguardam a proposição oficial do projeto de lei que altera a carreira docente.

Uma próxima assembleia será convocada em breve para deliberar sobre o indicativo de greve aprovado no dia 20 de abril.

Data-base já! 

Reposição salarial integral já! 

—————————

Assembleia docente da UEL de 11/04/23

Sem nenhuma novidade em relação à data-base desde a última assembleia, realizada no dia 5 de abril (confira mais informações aqui), ou seja, permanecendo a pífia proposta de 5,79% para agosto, anunciada sem nenhum tipo de diálogo pelo governador Ratinho Jr., e sem nenhuma proposta de recomposição dos 42% de defasagem salarial acumulados nos últimos sete anos, a resposta enviada pela categoria docente da UEL foi a aprovação do indicativo de greve para a primeira semana do mês de nossa data-base.  

Na assembleia, também foi constituído um comando de mobilização com representantes de todos os nove centros da UEL, de modo a fomentar a categoria docente de maneira mais próxima aos locais de trabalho. 

Acesse a campanha salarial de 2023 do Sindiprol/Aduel: 42% a menos faz muita diferença… DATA-BASE JÁ!   

Carreira docente 

Em relação à carreira docente, foi feito um breve informe sobre o estado da proposta do grupo de apoio da Seti (saiba mais no boletim de semana passada) e deliberado pela realização de uma outra assembleia, na próxima terça-feira (18), cujo ponto de pauta e deliberação será a alteração na carreira docente. A assembleia está marcada para as 14h, mas o local será confirmado e divulgado posteriormente. (Confira as informações sobre a assembleia aqui.)

Data-base já! 

Reposição salarial integral já! 

(Atualizado no dia 20/04/23 para incluir a deliberação da assembleia da Uenp)

42% a menos faz muita diferença… DATA-BASE JÁ!

Nós, docentes da UEL e da Uenp, servidoras e servidores públicos, temos muita noção da diferença que faz recebermos 42% a menos, todos os meses, em nossos salários. Mas, para quem não tem, façamos um exercício diminuindo a UEL em 42%: 

Cursos presenciais de graduação: 52 -> 30 

Pós-graduações: 191 -> 110 

Comunidade interna: 25 mil -> 14,5 mil  

Agora pensemos na jornada de trabalho 42% menor: 

20h -> 11h e 30 min 

40h -> 23h 

Hora-aula de 50 min -> 29 min 

12 meses -> 7 meses 

Esse último cenário poderia até parecer animador, especialmente considerando debates históricos e bastante atuais sobre a redução da jornada de trabalho, porém, ao contrário, a realidade enfrentada por nós é de constante aumento da demanda e das obrigações a serem aceitas/impostas, com extrapolação do horário de trabalho para nossos finais de semana, momentos de lazer e afins, ou seja, com o aumento do sobretrabalho.  

Nenhum desses cenários de diminuição é real; somente o de aumento da defasagem salarial e da carga de trabalho. A LGU, em um estalar de dedos, fez o número de docentes a que a UEL teria direito passar de 1.956 a 1.448, uma redução de “apenas” 26%. A única coisa que, de fato, diminuiu em 42% nos últimos anos é o salário de servidoras e servidores públicos. E 42% a menos faz muita diferença… 

Sem reposição integral da inflação desde 2016, ainda na gestão Beto Richa, e com míseros percentuais arrancados na luta contra o governo Ratinho Jr., nós trabalhamos o ano todo, com cargas efetivas de mais de 40h semanais, mas recebemos por apenas 7 meses ou por uma jornada semanal equivalente a 23h de trabalho. Em outras palavras, são raros os casos de docentes em dedicação exclusiva que têm uma jornada de trabalho de apenas 40h/semana, contando aulas, orientações, projetos (pesquisa, ensino e extensão), cargos administrativos e/ou pedagógicos etc. Quantos de nós não temos jornadas de 50, 60 e até 80h semanais? E o quanto estamos sendo valorizados por este governo? Nada, absolutamente nada!!! 

Já perdemos pouco mais de 11 salários integrais desde 2016 – a maioria no governo de Ratinho Jr. – e nada indica que a política de arrocho salarial deixará de vigorar do dia para a noite. Na verdade, só nós, servidoras e servidores públicos organizados e mobilizados, poderemos arrancar do governo o percentual que nos é de direito e que ele nos deve. Sim, ele nos deve! A data-base é um direito de todo o trabalhador e está garantida nas Constituições Federal e Estadual e na própria Lei de Responsabilidade Fiscal. Reposição salarial é nosso direito!  

Data-base já! 

Reposição salarial integral já! 

Ratinho Jr., caloteiro, pague nosso direito! 

Ratinho Jr., inimigo da educação pública! 

Pela valorização do trabalho docente! 

Acesse a pasta com todas as artes do Sindiprol/Aduel para a campanha salarial de 2023 e outros materiais para leitura e compartilhamento

Participe/curta/siga os meios de comunicação do Sindiprol/Aduel para não perder nenhuma das postagens da campanha:

Lista de Transmissão no WhatsApp

Facebook do Sindiprol/Aduel

Instagram do Sindiprol/Aduel

Twitter do Sindiprol/Aduel

41º CONGRESSO DO ANDES-SINDICATO NACIONAL – SAIBA COMO FOI

Foto: Nattércia Damasceno

Entre os dias 6 e 10 de fevereiro, 435 delegadas e delegados de 82 seções sindicais se reuniram, em Rio Branco-AC, para o 41º Congresso do Andes-Sindicato Nacional. Instância máxima de deliberação da categoria docente organizada no sindicato, essa edição teve como tema central “Em defesa da educação pública e pela garantia de todos os direitos da classe trabalhadora”. Sob organização da Associação dos Docentes da Universidade Federal do Acre (Adufac – Seção Sindical), essa foi a primeira vez que a capital acriana sediou o congresso do Sindicato Nacional. 

Dentre as deliberações do 41º Congresso, as quais estarão publicadas posteriormente na Carta de Rio Branco (acesse ela aqui; todas as moções aprovadas estão disponíveis aqui), por 262 votos favoráveis, 127 contrários e 7 abstenções, foi aprovada a desfiliação do Andes-SN da CSP-Conlutas. Também foi aprovado o Plano de Lutas do Setor das Instituições Estaduais e Municipais de Ensino (Iees/Imes), com a realização, entre os dias 22 e 27 de maio, da Semana de Lutas do Setor e, no segundo semestre de 2023, do XIX Encontro dele. Ambos os eventos terão os temas e locais definidos posteriormente.

Confira como foi o 18º Encontro do Setor das Iees/Imes, realizado na UEL, em agosto do ano passado

Eleitos em assembleia realizada no dia 14 de dezembro do ano passado, César Bessa, Lorena Portes e Fernanda de Freitas Mendonça foram os delegados do Sindiprol/Aduel no evento

Além dessas deliberações, no 41º Congresso foi aberto o processo eleitoral para a escolha da diretoria que estará à frente da entidade no próximo biênio (2023-2025). Quatro chapas apresentaram inscrição, as quais serão homologadas em até 30 dias, após a entrega de toda a documentação e registro da nominata completa. Confira as chapas e os nomes dos candidatos a presidente, secretário-geral e 1º tesoureiro. 

No evento, também foi aprovada a cidade de Fortaleza-CE como sede do 42º Congresso do Andes-SN, em 2024. A proposta foi apresentada pela diretoria do Sindicato dos Docentes das Universidades Federais do Estado do Ceará (ADUFC-Sindicato) e aprovada pelas e pelos congressistas. 

Mais informações e a cobertura completa do evento estão no site do Andes-SN.

VI Congresso do Sindiprol/Aduel debateu os desafios da organização e mobilização nas bases da seção sindical

Na última quinta e sexta-feira (1 e 2 de dezembro), o Sindiprol/Aduel realizou a VI edição de seu Congresso, cujo tema foi “Desafios da organização e mobilização sindical nas bases do Sindiprol/Aduel”. A mesa de abertura, realizada das 19h30 às 22h de quinta-feira, no Anfiteatro Maior do CLCH, foi composta pelos professores Nelson Fujita (um dos fundadores e da primeira diretoria do Sindiprol), Evaristo Emigdio Colmán Duarte (ex-presidente da Aduel) e Nilson Magagnin Filho (ex-presidente do Sindiprol/Aduel). A moderação foi feita pelo atual presidente da seção sindical, Ronaldo Gaspar.  

Cada um dos convidados fez uma fala expondo dificuldades que atravessaram nos momentos em que estiveram na diretoria do sindicato e quais os caminhos tomados para organizar a base frente aos diferentes ataques sofridos, seja na época da ditadura, na greve de seis meses, no início dos anos 2000, ou contra o pacotaço do governo Beto Richa, o qual motivou as greves de 2015 e 2016. Tudo isso como forma de ajudar na compreensão de que somente a organização e a mobilização da categoria – e do funcionalismo público, em geral – foram capazes (e serão capazes, no caso dos atuais desmandos de Ratinho Jr.) de barrar perdas e retrocessos ainda maiores.  

Da esquerda para a direita: Nilson Magagnin Filho, Evaristo Colmán, Ronaldo Gaspar e Nelson Fujita

No dia seguinte, das 9h às 13h30, no Centro de Vivência, as e os delegados eleitos debateram a tese apresentada pela diretoria do Sindiprol/Aduel.

Acesse o documento resultante do congresso aqui

Depois de um período sem realização por causa da pandemia, o retorno do Congresso teve como objetivos fortalecer a base e promover a organização da categoria frente aos constantes desmandos e ataques dos governos, em especial o estadual de Ratinho Jr. Como um dos resultados do evento, também foi aprofundada a discussão para a formação de uma chapa com a finalidade de disputar a eleição para a futura diretoria do Sindiprol/Aduel, cujo mandato será entre abril de 2023 e 2025. 

Confira mais algumas imagens no Instagram.

AÇÕES JURÍDICAS: Não caia em golpes!

O Sindiprol/Aduel tem recebido diversas denúncias de tentativas de golpe por WhatsApp contra professoras e professores sobre precatórios aos quais teriam direito.

Por isso, reforçamos que os contatos são feitos prioritariamente por e-mail e telefone e que não são feitas cobranças de nenhum valor por WhatsApp.

Mais informações ou dúvidas? Entre em contato no e-mail sindicato@sindiproladuel.org.br ou no telefone (Whats): (43) 3324-3995.

Relatório sobre as condições de trabalho das e dos docentes com contrato de trabalho temporário

Nas últimas semanas, o Sindiprol/Aduel tem suscitado um debate na universidade a respeito das condições de trabalho das e dos docentes com contrato de trabalho temporário (DCT). Isso porque o sindicato tem sido procurado por professores que relatam precarização das condições de trabalho e, com isso, incremento da exploração de suas forças de trabalho, especialmente pela atribuição de carga horária excedente à contratual – tanto aulas como outras atividades – e ausência de isonomia nos processos deliberativos em suas respectivas áreas e departamentos.

Como sabemos, o problema não é novo, tem mais de uma década. Porém, com o fim do regime de Tempo Integral e Dedicação Exclusiva (TIDE) para esses contratos, a ampla prevalência de contratos de 20h, o arrocho salarial e, nos últimos meses, os efeitos da Lei Geral das Universidades (LGU), aprofundou-se a precarização das condições de trabalho, com problemas e abusos ganhando uma nova dimensão.

Em 2019 e 2020, o sindicato tentou fomentar a organização dos docentes com contrato temporário, mas, com o advento da pandemia e o recuo generalizado das lutas sindicais, essa tentativa não logrou êxito. No entanto, agora, a organização e a participação estão maiores e mais consistentes.

Para subsidiar essa luta, organizamos um questionário e solicitamos, durante a segunda quinzena de agosto de 2022, o preenchimento pelos docentes com contratos temporários que compõem o quadro funcional da universidade. A taxa de participação na pesquisa foi de 21,7% das e dos professores – em números absolutos, 93 – com contrato temporário na UEL. Com o amadurecimento da organização e o incremento da confiança desses professores no sindicato, as próximas pesquisas provavelmente terão maior participação dos docentes. Importante registrar que na UEL, no primeiro semestre de 2022, do total de 1633 docentes, 428 possuíam contratos temporários, ou seja, 26,2%.

Enfim, por meio dessa pesquisa, obtivemos informações importantes sobre essa parcela da nossa categoria e, no documento abaixo, seguem, comentados, os principais dados coletados.

Acesse o Relatório sobre as condições de trabalho das e dos docentes com contrato de trabalho temporário