Vereadores enviam requerimento à ALEP pedindo aprovação dos 8,17%

 em Sem categoria

Os vereadores de Londrina declararam apoio ao movimento grevista dos servidores públicos estaduais e aprovaram, na sessão da Câmara Municipal do dia 21 de maio, um requerimento de urgência à Assembleia Legislativa para solicitar que a casa aprove a reposição salarial de 8,17%, referente às perdas da inflação, na data-base aos servidores, em maio. O governo propõe apenas 5%, em duas parcelas, e em datas ainda não definidas, o que é considerado uma afronta.
Importante destacar que a iniciativa de enviar o requerimento partiu de vereadores aliados ao governo do Estado: Gustavo Richa (PHS), Roberto Kanashiro e Pastor Gerson Araújo (ambos do PSDB, mesmo partido do governador Richa). Ao final da reunião, todos os vereadores assinaram o requerimento. Da bancada de vereadores de partidos da oposição veio a iniciativa de moção de repúdio à pressão para que diretores das escolas revelem nomes de professores envolvidos com a greve.
Nas galerias, dezenas de professores, alunos e funcionários manifestaram-se várias vezes contra o governo do Estado.
A reunião na Câmara teve a participação de diretores do Sindiprol/Aduel e do Comando de Greve da UEL, juntamente com representantes da ASSUEL, APP-Sindicato e DCE. Os servidores em greve expuseram no plenário os motivos do movimento, denunciaram a falta de diálogo por parte do governo e a necessidade de esclarecer a comunidade sobre a legitimidade da greve das várias categorias de servidores.

Carta Câmara

Postagens Recentes

Deixe um Comentário

Comece a digitar e pressione Enter para pesquisar