Assembleia Geral Docente da UEL, da Unespar/Apucarana e Campanha Salarial

 em Boletins

O ano começou, mas, apesar dos 2% de reajuste em janeiro, a defasagem salarial hoje é maior do que no início de 2019, está em quase 18%. Não bastasse isso, o aumento da alíquota da contribuição previdenciária (de 11% para 14%) e a não correção da tabela do IRPF reduzem ainda mais o nosso salário. Estamos perdendo quase dois salários e meio por ano e, se não nos organizarmos e lutarmos, perderemos ainda mais. Nós, servidores públicos, precisamos urgentemente de correção salarial. Reajuste salarial já!

Nas universidades, ao problema comum aos outros servidores, soma-se a iminência da apresentação da Lei Geral das Univesidades (LGU) na Assembleia Legislativa do Paraná (Alep). Não cumprindo as leis existentes, o superintendente Aldo Bona elaborou um projeto de lei que visa rebaixar o número de docentes e técnicos, limitar a concessão de TIDE docente, impor a terceirização dos trabalhadores das áreas operacionais, violar a autonomia universitária, dentre outros ataques, com o discurso de que assim será melhor para o funcionamento das universidades. Não à LGU!

Para tratar desses e outros assuntos, faremos uma assembleia docente na próxima quinta-feira (12), às 14h, no Anfiteatro Maior do CLCH da UEL. No campus de Apucarana da Unespar, também haverá assembleia. Ela será na quinta-feira (12), às 17h, no Auditório José Berton.

Contamos com a participação de todo/as!
Juntos somos mais fortes!

Convocações:

Postagens Recomendadas
Mostrando 3 comentários
pingbacks / trackbacks

Deixe um Comentário

Comece a digitar e pressione Enter para pesquisar