3J: novas manifestações nacionais serão realizadas no sábado (3/07)

 em Boletins

Após as manifestações nacionais de 29 de maio (29M) e 19 de junho (19J), este sábado, dia 3 de julho (3J), será a data do próximo dia de lutas e mobilizações em todo o país contra o governo Bolsonaro/Mourão e por emprego, vacina no braço e comida no prato. Para nós, servidores públicos, é também mais um dia de luta em prol do fortalecimento dos serviços públicos e em defesa de nossos direitos. Em Londrina, a concentração será realizada em frente ao Teatro Ouro Verde, a partir das 16h. Confira mais informações no evento no Facebook, que, assim como o ato, é organizado pelo Comitê Unificado de Londrina.

Inicialmente marcado para o dia 24 de julho (24J), as suspeitas de irregularidades na compra da vacina indiana Covaxin pelo governo federal, levantadas na CPI da Covid, fizeram com que entidades que integram a “Campanha Fora Bolsonaro” adicionassem mais uma data ao calendário de luta. As informações são do Andes-Sindicato Nacional, que inclusive alterou as datas do 12º Conad Extraordinário devido às manifestações de sábado (veja mais no site do Andes-SN). Por isso, além do 3J, o dia 24 de julho segue como um dia de lutas e mobilizações em todo o país. No Brasil, já são mais de 518 mil pessoas mortas em decorrência da Covid-19 e das ações e omissões do governo federal e de seus aliados estaduais (como é o caso de Ratinho Jr.), que têm intensificado imensamente a grave pandemia.

O Sindiprol/Aduel, como já havíamos reconhecido nas convocações anteriores (confira elas no site), sabe que o momento da pandemia, do desemprego e do desamparo a que milhões estão submetidos é crítico. Precisamos lutar para alterar o rumo das coisas. Conforme o lema que inspirou os colombianos a saírem às ruas em protesto contra o governo de seu país, podemos dizer que não há como não protestar quando o governo – e não só – é pior do que o vírus.

É importante esclarecer que, como já foi feito nas manifestações anteriores, visando minimizar os riscos de contaminação, esta também será realizada em plena conformidade com protocolos de biossegurança preconizados pelas autoridades sanitárias. E mais, vamos contribuir para disponibilizar máscaras (se possível, use as pff2/n95) e álcool gel e dar orientações a todos os manifestantes.

Por isso, novamente convidamos a participar quem estiver imunizado com a vacina e/ou se sentir seguro e ciente da necessidade de respeito estrito aos referidos protocolos. Caso não sinta segurança, esteja com sintomas de Covid-19 ou tenha tido contato com alguém com a doença, fique em casa e ajude a divulgar os atos pelas redes sociais. As redes sociais do Sindiprol/Aduel estão todas reunidas no: https://linktr.ee/sindiproladuel.

– Fora Bolsonaro/Mourão! 

– Pelo fim do arrocho salarial e pela valorização dos serviços públicos! 

– Contra a reforma administrativa (PEC 32/2020)! 

– Contra o desemprego e a fome! 

– Por vacina para todos e todas! 

– Pelo auxílio emergencial de 600 reais para todos os necessitados! 

– Pela manutenção das liberdades democráticas! 

Convocação do Fórum das Entidades Sindicais (FES) 

Dia 3 de julho o povo brasileiro vai às ruas contra o governo Bolsonaro. No Paraná, várias cidades estão organizando atos de protesto. O governo Bolsonaro ignorou 81 ofertas da Pfizer atrasando a vacinação no Brasil por quase três meses. De outro lado, se empenhou na compra da Covaxin. Agora a CPI está revelando que pode haver um grande esquema de corrupção na compra das vacinas da Índia. Há denúncias de que integrantes do governo pediram propina de um dólar por dose da vacina da Astrazeneca, o que daria R$ 2 bilhões desviados.

No Paraná, as vacinas chegam a conta gotas, e, ao contrário dos governadores dos estados do Nordeste, Ratinho Júnior não se empenhou em negociar mais vacinas para a população. Ratinho Júnior, no entanto, usou a pandemia para passar várias leis na Assembleia Legislativa que restringem ou retiram direitos das trabalhadoras e trabalhadores do serviço público.

Convocação e materiais do Andes-SN 

A “Campanha Fora Bolsonaro”, espaço de articulação de unidade que conta com mais de 100 entidades, entre elas, o Andes-SN, movimentos, partidos, frentes, coalizões, realizou reunião no dia 26 de junho e, diante do cenário atual, encaminhou o seguinte calendário das próximas mobilizações:

1) Dia 30 de junho: Entrega do Superpedido de Impeachment de Bolsonaro e ato em Brasília (mais informações aqui);

2) Dia 1 de julho: Plenária Nacional de Lutas Populares, às 18h, para organizar os atos nacionais;

3) Dia 3 de julho: Realização de atos em todo o Brasil.

Dia 3 é dia de ir para as ruas contra o governo e sua Reforma Administrativa! Com distanciamento social, máscaras e álcool gel, vamos lutar contra o genocida que ocupa o planalto.

O depoimento dos irmãos Miranda na CPI da covid-19 foi bombástico! Descobrimos um escândalo de corrupção na compra das vacinas Covaxin acobertado pelo presidente Bolsonaro. Depois de denunciar o escândalo, Luís Ricardo Miranda, que trabalha nas importações do Ministério da Saúde, passou a sofrer dura perseguição. O secretário-geral da Presidência da República, Onyx Lorenzoni, anunciou que a Controladoria-Geral da União (CGU) vai instaurar um Processo Administrativo Disciplinar (PAD) contra Luís Ricardo, que é servidor concursado. No domingo (27/06), Luís Ricardo teve seu acesso ao sistema do Ministério da Saúde bloqueado (lá ele exerce cargo de chefia!!!). Isso é ilegal. A realidade é que Luís ainda não foi demitido porque os servidores possuem estabilidade funcional!

Contra a reforma administrativa (PEC 32/2020)!  

Em defesa dos serviços públicos e de servidoras e servidores! 

Para organização, agitação, divulgação e cobertura de todos os atos nacionais e internacionais de maneira ampla e inclusiva, foram criados perfis no Instagram (@forabolsonaronacional) e no Twitter (@forabolsonarona). 

Caso não tenha visto o guia da Rede Nacional de Médicas e Médicos Populares sobre como realizar atos de rua com proteção, ele pode ser acessado em nosso Instagram (@sindiproladuel).

Postagens Recomendadas

Deixe um Comentário

Comece a digitar e pressione Enter para pesquisar