CONFIRA O RELATÓRIO DO SINDIPROL/ADUEL SOBRE AS CONDIÇÕES DE TRABALHO NA PANDEMIA

 em Boletins, Destaque

O advento da pandemia tornou o ano de 2020 absolutamente atípico. Em razão das restrições sanitárias, as aulas foram suspensas por todo o país e em todos os níveis desde o mês de março. Resistências múltiplas ocorreram (e ainda ocorrem) contra o retorno das aulas presenciais – requisitado por empresários, governos e administrações escolares e universitárias –, que pode intensificar ainda mais a propagação da Covid-19. Por sua vez, cientes das implicações pedagógicas e profissionais do ensino remoto, bem como das múltiplas funções que compõem o rol de atividades das e dos docentes do ensino superior, as entidades sindicais resistiram à implementação, mesmo que temporária, de uma modalidade de ensino que é pouco eficaz, provoca precarização das condições de trabalho e incentiva ideias e práticas de caráter privatista. Mas, apesar dessa resistência, o fato é que as aulas foram retornando em formato remoto e, desde meados do ano, estão sendo ministradas em praticamente todas as escolas e universidades. Essa situação trouxe sérios problemas relativos às condições de trabalho dos docentes e, aos sindicatos, inúmeros desafios.

Nesse sentido, a necessidade de compreender melhor e dar uma resposta sindical à situação motivou a diretoria do Sindiprol/Aduel a realizar uma sondagem sobre as condições de trabalho em tempos de pandemia. Sondagem que, por enquanto, contou com a aplicação de dois questionários para investigação dessas condições junto aos docentes e, também, indicou a necessidade de elaboração de um ofício para as administrações da UEL, Unespar (junto com o Sindunespar) e UENP, propondo a montagem de mesas de negociações para tratar das condições de trabalho docente.

Nas páginas do relatório abaixo, apresentamos alguns dos principais resultados das duas sondagens realizadas – uma em abril, a outra em setembro.

Acesse o relatório completo clicando aqui

Postagens Recomendadas
Comentários
pingbacks / trackbacks

Deixe um Comentário

Comece a digitar e pressione Enter para pesquisar